quarta-feira, 13 de agosto de 2008

TU

Meu coração tem andado tão vazio que cheguei pender pro lado direito. Peguei o telefone na mão, esperando que ele tocasse: não tocou o desgraçado! Aí pensei comigo, será mesmo que existe alguém que me ame? E o telefone me disse: Tu, tu, tu! Não deixa de ser verdade!
Amor-próprio. É o que há!

3 comentários:

Henrique Branchier disse...

olha, isso é tão lógico, que é besta tbm!
quem em um momento desses pensaria em si mesmo, ao invez de imaginar amores por ai?a coisa mais certa na vida é acreditar em si, pra depois confiar em almas comuns...
porque almas comuns são sórdidas, e essas sim por incrivel que pareça estão certas, pensam em si e traem os outros.

bjos jéssica

Lari disse...

faço as palavras do branchier as minhas!
ninguém pensa em si mesmo nesses momentos!sempre pensando em encontrar sua metade da laranja sem antes ter confiança de si!
muito bom o texto, com poucas palavras diz tudo!
beijos ;* te amo!
MAF pra sempre!

Matheus - L6 disse...

clap clap clap... ótimo ótimo!!!

bj